De acordo com as novas medidas adotadas pela Empresa de Energia do Suriname (EBS) custos adicionais serão cobrados de clientes que pagam suas contas em atraso.

PUBLICIDADE

Um comunicado de imprensa foi emitido pela EBS na quarta-feira, 5 de julho, informando que a estatal está fazendo reajustes nos custos para clientes inadimplentes.

“Cada vez mais os clientes pagam suas contas de energia elétrica fora do prazo e por isso se faz necessário um reajuste nos custos de cobrança” informou a empresa através do comunicado de imprensa. A empresa explica que para aqueles clientes que pagam suas contas em dia não haverá nenhum custo adicional que inclui as despesas de cobrança, mas para os clientes que não pagam suas faturas de energia dentro do prazo de trinta dias haverá acréscimo no valor cobrado pelo atraso no pagamento. A EBS explica que foi forçada a tomar esta medida porque um número cada vez maior de pessoas está pagando suas contas de energia fora do prazo.

A medida aplica-se segundo a EBS, a todos os clientes que estão em atraso e tem como data de vencimento na fatura até o 10 de julho de 2017. Conforme as medidas tomadas pela EBS, após o corte do fornecimento de energia o cliente terá que pagar todas as contas em atraso mais os custos adicionais como mostra a tabela abaixo:

Taxa de cobrança para os clientes residenciais com duas contas pendentes : SRD 25
Três contas pendentes : SRD 55
Taxa cobrada para Corte e religação: SRD 175

Taxas válidas para os consumidores de pequenas empresas, ligações temporárias e outras conexões:

Duas contas pendentes: SRD 75
Três contas não pagas: SRD 150
Taxa para Suspensão e religação: SRD 350

Por favor note que as taxas serão cobradas somente de clientes com duas contas pendentes. A EBS chama a atenção dos clientes que estão com suas contas em atraso para que regularizem o pagamento dentro do prazo de vencimento para evitar o pagamento de custos desnecessários.

Deixe seu comentário abaixo.