De acordo com o diretor da empresa estatal, a SLM vai fazer todos os esforços possíveis para não repassar o aumento do preço nos combustíveis para seus clientes.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira, 10 de abril, pelo diretor da companhia aérea do Suriname, Robbi Lachmising.

Publicidade

“Embora o aumento do preço do combustível tenha um certo impacto em nossas operações, vamos segurar os preços de nossos bilhetes aéreos tanto quanto for possível”, afirmou o diretor da SLM. Lachmising salientou que para manter os preços das passagens aéreas, a empresa pretende abordar todas as operações de forma eficiente fazendo cortes necessários e suplementando os efeitos negativos do aumento do preço dos combustíveis.

O diretor da SLM concluiu dizendo que a empresa está passando agora por um período de ajustes e acredita que dentro de um prazo de dois a três anos a companhia estará saindo do vermelho e o governo como chefe da SLM deve continuar a apoiar a empresa.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar