Conselho Fiscal foi alvo de pedidos para a manutenção de Coutinho.

A administração do De Surinaamsche Bank (DSB) desmentiu a demissão de Steven Coutinho, que exerce cargo de diretor. A decisão foi divulgada aos funcionários e demais membros da sociedade na sede do DSB neste domingo, dia 2. Muita gente se aglomerou na frente do banco, já que uma reunião de emergência seria convocada pela comissão de gestão da instituição financeira.

O Conselho Fiscal também foi alvo de pedidos para a manutenção de Coutinho no cargo. O diretor executivo, Erwin Emanuels, também reiterou a permanência do gestor. Já Coutinho, no entanto, criticou o desaparecimento de US$ 100 milhões em reservas de caixa administradas pelo Banco Central do Suriname (CBvS).

Publicidade

Segundo ele, o CBvS enganou os bancos. “Não é normal o que aconteceu”, disse Coutinho.

Foto: LPM News

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar