A direção do aeroporto internacional do Suriname não gostou da postura do sindicato dos funcionários ao expor problemas internos, que resultaram em atrasos no atendimento do voo da Surinam Airways (SLM) para Amsterdam, na Holanda, na última quarta-feira, dia 2.

Em nota, a direção afirmou que sempre “optou pelo diálogo aberto e propostas mútuas”. Ainda no documento, expressa a surpresa com a decisão que culminou com o atraso e ressalta o esforço para manutenção dos salários mesmo com queda de 85% no faturamento das empresas.

Publicidade

Comentar

Comentar