Diakonessenhuis — Foto: Luiz Paulo

Com o número de casos da Covid-19 em crescimento no Suriname, o Ministério da Saúde solicitou ao Hospital Diakonessenhuis que comece a receber pacientes infectados. Atualmente, a unidade disponibiliza apenas de profissionais para ajudar no combate a doença.

Até então, todos os pacientes considerados suspeitos no Diakonessenhuis eram encaminhados a uma ala especial do hospital até sair o resultado. Se positivo, a direção da unidade os transferiam para o Hospital Regional de Wanica, o que muda a partir desta segunda-feira, dia 17.

Publicidade

Ao longo dos últimos dias, o Diakonessenhuis fez adequações nos departamentos e pode receber 22 pacientes confirmados. Além disso, foi criada uma ala para quarentena. A ideia do governo é fazer ampliação do hospital para mais 28 leitos, o que dependerá de um financiamento externo.

No Suriname, a distribuição de pacientes com a Covid-19 nas diferentes instituições é feita centralmente por meio dos infectologistas do órgão de gestão do vírus. O país ultrapassa os três mil casos confirmados, sendo pelo menos 930 ativos.

Comentar

Comentar