Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um fisioterapeuta polonês, que também tem nacionalidade francesa, foi detido em Oiapoque, no Norte do Amapá, por suspeita de sonegação fiscal. Com ele, a Polícia Civil encontrou 6.370 euros, 2.925 reais e joias de ouro que somavam 243 gramas. Como não comprovou a origem dos valores e nem a nota fiscal dos acessórios, o homem de 37 anos foi encaminhado para a sede da Receita Federal.

A apreensão aconteceu na tarde de sexta-feira (13) e detalhada pela corporação neste domingo (15). O fisioterapeuta foi abordado num veículo saindo do ramal da comunidade de Vila Vitória, do lado brasileiro da fronteira com a Guiana Francesa após ter rodado pelo Suriname.

Publicidade

Durante a revista, o dinheiro e as joias foram localizados e o polonês não apresentou documento que comprovasse a origem lícita dos valores, já que segundo a legislação, qualquer estrangeiro que entre no Brasil com valor em Euro acima de R$ 10 mil na cotação, deve ser declarado na Receita Federal.

No câmbio atual, as cédulas transportadas superavam os 33 mil reais. “Segundo ele, estava voltando de Oiapoque com esses valores, veio de Saint Georges para o Brasil com toda essa quantidade de dinheiro e que comprou joias [no Brasil]”, detalhou o delegado Charles Corrêa, responsável pela ocorrência, no âmbito da operação Hórus.

Após a apreensão do dinheiro e das joias, o material foi encaminhado à sede da Receita Federal em Oiapoque, onde o dono deve apresentar documentos que comprovem a origem para reaver os bens.

Comentar

Comentar