Foto: PF

Um nigeriano foi preso em Bonfim, na fronteira entre Brasil e Guiana por policiais federais integrantes da Representação Regional da Interpol no Estado de Roraima. A prisão ocorreu na tarde desta quinta-feira (21). O nigeriano era foragido da Justiça brasileira, e se encontrava entre Georgetown e Paramaribo, no Suriname.

A ação se deu em cooperação com o Oficialato de Ligação da Polícia Federal do Brasil em Georgetown, com o apoio da Special Organised Crime Unit (SOCU), agência de combate ao crime organizado da Guiana e da INTERPOL naquele país.

Publicidade

O foragido havia sido condenado em 2014 por tráfico internacional de drogas no Estado de São Paulo (várias remessas de cocaína a diversos países por meio postal nos anos de 2012 e 2013). Em 2016, o TRF da 3ª Região em São Paulo negou recurso da defesa, condenando o réu em definitivo. Em 2019, após passar para o regime semiaberto, o apenado empreendeu fuga, vindo a se estabelecer na Guiana, onde passou a cometer outros crimes naquele país, tendo sido preso e condenado a cumprir pena pela prática de atos delituosos assemelhados ao crime de estelionato.

Em razão de o condenado pela Justiça brasileira, beneficiado com o regime semiaberto, haver cometido falta grave em 19/08/2019 (evasão), o Juízo da Execução Criminal da Comarca de Avaré/SP, revogou o regime semiaberto anteriormente concedido ao então foragido e expediu mandado de recaptura.

Com a descoberta do seu paradeiro na Guiana, o Oficialato de Ligação da Polícia Federal do Brasil naquele país iniciou tratativas junto às autoridades guianenses para a entrega do preso no Brasil.

O preso ficará à disposição da Justiça na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC).

Comentar

Comentar