A vaga na Assembléia Nacional (DNA) após a saída do líder do partido NDP, André Misiekaba, foi preenchida na sexta-feira, 14 de junho de 2019, com Daniella Sumter que assume o cargo como membro e parlamentar. Misiekaba trocou sua participação no DNA por um cargo ministerial, a saber, o do Ministério de Assuntos Sociais e Habitação.

PUBLICIDADE

Depois de examinar as credenciais para admissão da nova parlamentar na Assembléia Nacional, a Presidente Jennifer Geerlings-Simons, indicou que ela esperava muito da nova integrante, especialmente no campo da legislação. Com a chegada de Daniella Sumter o número de mulheres agora representadas no parlamento aumentou.

O líder do NDP, Amzad Abdoel, indicou que, com a adição de mais uma mulher na Assembléia Nacional, a liderança feminina é incentivada. O NDP atualmente possui 26 integrantes dos quais 12 são do sexo feminino. O VHP, PL e NPS possuem cada um uma mulher em sua equipe de membros e o ABOP conta com duas.

Após a admissão, os líderes do partido e o Vice-Presidente Ashwin Adhin transmitiram os parabéns. O Vice-Presidente espera que a nova parlamentar contribua para um debate frutífero no mais alto órgão do Estado. Em seu discurso, a integrante da DNA, Sumter, indicou que assumirá o novo desafio e deseja dar uma contribuição construtiva para o desenvolvimento econômico do Suriname.

Foto: NII