De acordo com dados do Banco Nacional de Sangue da Cruz Vermelha do Suriname, em 2017, o número de unidades de sangue doadas foi três por cento menor do que em 2016. 

“Queremos enfrentar o recrutamento de novos doadores de forma mais construtiva em 2018. Este mês vamos iniciar uma campanha de recrutamento em cooperação com o Rotaract Club Suriname “, disse Maria Tjon A Loi, diretora do Banco Nacional de Sangue da Cruz Vermelha do Suriname nesta sexta-feira, 5 de janeiro.

Publicidade

A diretora do Banco Nacional de Sangue da Cruz Vermelha informou que apesar da situação financeira precária, os doadores de sangue se comprometeram a doar sangue regularmente e às vezes até várias vezes, fazendo com que fosse possível coletar 10.429 unidades de sangue. Segundo Tjon A Loi, toda amostra de sangue é contada como uma unidade de sangue.

Tal como acontece com outras instituições de saúde, também existem problemas financeiros para o Banco Nacional de Sangue que sofre com a situação financeira provocando atrasos consideráveis ​​nos pagamentos pelos hospitais e por causa desses pagamentos em atraso, a execução de tarefas essenciais pode ser comprometida. “Coletar sangue humano e manter em estoque é a principal tarefa do Banco Nacional de Sangue da Cruz Vermelha e isso demanda um custo financeiro para compra de materiais descartáveis, testes e outros itens que são comprados no exterior, pessoal e outros custos operacionais logísticos que precisam ser pagos” explicou Tjon A Loi.

Todos os dias, os hospitais precisam de dezenas de unidades de sangue para, entre outras coisas, realizar cirurgias, transfusões e para socorrer vítimas de acidentes de trânsito e os dadores de sangue são indispensáveis ​​para isso.

A Fundação Nacional do Banco de Sangue da Cruz Vermelha do Suriname foi fundada em junho de 1940, mas desde 19 de dezembro de 1997 transferiu seu programa de sangue para uma entidade jurídica separada, a saber, o National Blood Bank (NBB) da Cruz Vermelha do Suriname, para realizar o programa nacional de sangue de forma mais profissional e abrangente.

A sede da Cruz Vermelha do Suriname fica localizada na Gravenberchstraat 2 – 6, em Paramaribo.

Horário de funcionamento de Segunda a Sexta de 08:00 às 15:00 hs / Telefone 498520.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar