A crise que tem assolado a empresa Surinamese Aviation Company (SLM) está longe de acabar. Após anunciar a suspensão de voos e a elaboração de estudos para desenvolver um plano de recuperação da companhia aérea, foi divulgado um documento de 57 páginas que lista a venda de centenas de peças e partes de aeronaves.

O documento, chamado de “inventário de peças rotativas e consumíveis”  indica que os componentes são parte de aeronaves dos modelos Airbus A340-300, Boeing 737-300 e 777-200.

Publicidade

As peças estariam armazenadas em um hangar da SLM no Aeroporto Internacional Johan Adolf Pengel, em Paramaribo, e em um armazém em Amsterdã, nos Países Baixos. O inventário também descreve o estado atual de cada componente.

Curiosamente, nenhum dos três modelos de aeronaves, cujas peças são destinadas, fazem parte da frota da Surinam Airways, o que leva a crer que a medida faz parte de um corte de custos na companhia aérea, visando manter no estoque apenas peças usadas na própria frota de aviões.

Comentar

Comentar