Após mais de dois meses com as escolas fechadas para tentar conter a transmissão do novo coronavírus, a Coreia do Sul reabriu parcialmente as instituições de ensino nesta quarta-feira (20), com rigorosas medidas de segurança sanitárias.

Cerca de 440 mil estudantes do último ano do ensino médio são os primeiros a voltar para a sala de aula. Eles farão o vestibular em dezembro.

Publicidade

Ao chegar na escola, os estudantes precisam passar por uma inspeção de temperatura corporal – o que ajuda a identificar se há alguém com sintomas da Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. Esta medida não impede que assintomáticos transmitam o vírus, mas ajuda a identificar quem está com sintomas leves.

Alunos retomam aulas na Coreia do Sul; em algumas escolas, carteiras têm divisórias — Foto: Yonhap / AFP Photo
Alunos retomam aulas na Coreia do Sul; em algumas escolas, carteiras têm divisórias — Foto: Yonhap / AFP Photo

Para evitar contato próximo, professores acenavam com toques no cotovelo.

Os estudantes receberam material desinfetante para higienizar as mãos e mesas – algumas receberam divisões de acrílico. Em geral, os estudantes estão sentando separados, de acordo com as diretrizes de distanciamento social, informou a France Presse.

“É realmente emocionante conhecer meus amigos e professores pessoalmente, mas precisamos seguir estritamente as diretrizes de desinfecção. Estou muito preocupado, mas ainda é bom vê-los novamente”, disse Oh Chang-hwa, presidente do centro estudantil da Kyungbock High School, em Seul.

Comentar

Comentar