Uma carga de peixes e camarões do Suriname foi interceptada na Guiana na última sexta-feira, dia 12. Autoridades do país vizinho prenderam um homem, de 34 anos, que estava com os mariscos dentro de um veículo. De acordo com informações preliminares, a mercadoria é fruto de contrabando.

O comércio de peixes e camarões é permitido entre os dois países, porém, as autoridades da vigilância sanitária da Guiana e do Suriname precisam fazer inspeções na carga. Também é preciso uma certificação para esta prática. O preço do camarão pode variar entre US$ 48 e US$ 95.

Publicidade

Comentar

Comentar