Foto: Governo do Pará
Publicidade

Uma das ações que integram a Operação “Inundata”, deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), através do Grupamento Fluvial (GFlu), no município de Afuá, no Marajó, apreendeu 642 caixas de cigarro contrabandeado do Suriname. A operação tem fortalecido o combate às práticas criminosas na região.

No sábado (4), equipes da Delegacia de Polícia do Interior – Superintendência Regional do Marajó Ocidental e da Polícia Fluvial, receberam informações de que uma residência estava sendo utilizada para armazenar carga contrabandeada. A ação contou também com a Companhia Independente de Polícia Fluvial, Batalhão de Ação com Cães, Grupamento Tático Operacional (GTO), coordenadas pelo GFlu.

Publicidade
Foto: reprodução

Ao chegar ao local, os agentes realizaram cerco e identificaram a carga com as marcas de cigarro “Silver Elephant” e “Marshall”. À prefeitura local foi solicitada apoio para destinar a carga para armazenamento para posterior procedimentos legais e início das investigações. Ainda no local onde o material foi apreendido, as equipes realizaram diligências com intuito de localizar o proprietário da residência, porém ninguém foi localizado.

A operação, que conta com efetivo de 28 policiais e emprego de 4 embarcações, três delas recentemente entregues pelo Governo do Estado, tem o intuito de fortalecer as ações no município de Afuá e na região fronteiriça com o Estado do Amapá, para coibir crimes, como o de roubos à embarcação e residências e crimes ambientais, explica o diretor do Grupamento Fluvial, Delegado Arthur Braga.

“Diversas ações estão sendo desencadeadas nos rios como abordagem a embarcações, residências ribeirinhas, investigações, todo tipo de apoio aos policiais locais que estão fornecendo bastante informações e nós estamos ajudando no que for possível dentro da estrutura que é disponibilizada e empregada nesse momento na operação Inundata”, destacou.

Comentar

Comentar