spot_img
spot_img

CI Suriname quer investir U$ 100.000 com pesquisa para exportação de água doce para o Caribe

Atualizado há

Com a florestas e os rios protegidos, a exportação de água doce pode ser uma importante fonte de renda para Suriname.

A Organização e Conservação International do Suriname (Suriname CI), através de vários fundos de cerca de cem mil dólares liberados para fazer um estudo sobre a viabilidade técnica e econômica e as condições necessárias para a exportação de água doce para as ilhas do Caribe. A organização quer ajudar o governo a estar bem preparado quando as empresas começarem a atuar no mercado de exportação de água doce. Disse John Goedschalk, diretor da CI Suriname.Diretor do CI Suriname, John Goedschalk

De acordo com a ”Food and Agriculture Organization” FAO em 2025, milhões de pessoas no mundo enfrentarão uma escassez de água absoluta. Países, como Antigua & Barbuda, Haiti, Barbados, Bahamas e São Cristóvão e Nevis já tem que lidar com a falta de água potável. Eles poderiam ser os primeiros a receber água potável do Suriname. No momento, o governo do Suriname emitiu uma concessão para algumas empresas fazerem a extração de água para exportação. Isto foi confirmado pelo Ministro dos Recursos Naturais, Jim Hok. No entanto, o governo ainda está ativamente explorando a água como um produto de exportação. “Estou ansioso para examinar a (CI Suriname). Vejo potencial em fazê-lo bem. Mas ainda é cedo, eu não quero fazer qualquer declaração que elevem as expectativas”, disse Jim Hok.Ministro do Suriname,  Jim Hok

John Goedschalk está convencido de que a água pode ser muito importante para o Suriname. “A água de exportação pode ser o cofrinho do Suriname. De acordo com os nossos cálculos, a economia do Suriname pode crescer de 4,5 bilhões por ano, se quisermos vender três por cento do nosso escoamento de água a 1 dólar por metro cúbico. Mas deve haver a consciência de que a nossa água tem um valor inestimável. Cada político deve saber que, por isso, há também a questão das concessões de água que serão levadas em conta “, disse John Goedschalk. Segundo Schalk , a água, finalmente será mais importante do que o óleo para o Suriname.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar

spot_img
spot_img
spot_img

Mais do LPM

spot_img
Custom App
Phone
Messenger
Email
WhatsApp
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Custom App