Foto: Rede Amazônica

Cerca de 200 famílias nas comunidades Vila Brasil e Ilha Bela, no município de Oiapoque, no Norte do Amapá, já foram atingidas pele elevação das águas em função da cheia do Rio Oiapoque, que marca a fronteira do Brasil com a Guiana Francesa. A enchente acontece há pelo menos três dias e uma força-tarefa com órgãos de segurança pública foi criada pela prefeitura para auxílio à população.

Segundo a Defesa Civil do município, continua chovendo muito nas cabeceiras do Rio Oiapoque, o que deve provocar maior elevação do nível. Com isso, a equipe enviará na última quinta-feira (26) cestas básicas e água potável aos atingidos pela cheia.

Publicidade

Os deslocamentos até Vila Brasil e Ilha Bela são feitos com apoio do Exército Brasileiro. O coordenador da Defesa Civil de Oiapoque, Leno Farias, informou que é o terceiro ano seguido que as duas comunidades são afetadas pelas cheias.

“Estávamos monitorando Vila Brasil há algum tempo, mas não sabíamos que essa configuração ia mudar, até porque na sede do município não chove há mais de uma semana, mas recebemos pedido de socorro no dia 23 desse mês”, explicou.

A força-tarefa para monitoramento da enchente é formada pela Defesa Civil de Oiapoque, Defesa Civil do Estado, Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Secretaria de Estado da Assistência Social (Sims) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Comentar

Comentar