Chan Santokhi — Foto: Luiz Paulo

O novo presidente do Suriname, Chandrikapersad Santokhi, criticou o não uso da máscara de proteção, que ajuda a diminuir a proliferação da Covid-19. O chefe de estado lembrou que a medida é fundamental e recomendada pelas autoridades da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Publicidade

“Por isso, peço que observe a combinação de cobertura boca a nariz, distância física e lavagem das mãos. Um não pode prescindir do outro para alcançar o resultado positivo desejado com menos infecções. Todos nós devemos garantir que o vírus Covid-19 seja contido”, concluiu Santokhi.

“Enquanto isso está sendo feito, também está sendo criado espaço para retornar lentamente à normalização. Afinal, sabe-se que o Covid-19 não desaparecerá mais. O governo entende a incerteza e o medo que existem entre a sociedade. Mais do que nunca, esse período deve ser cumprido em harmonia com a crise”, concluiu.