Prisão foi decretada pelas autoridades.

O Ministério Público do Suriname decretou a prisão preventiva de Saskia S., 38 anos, e seu marido, Mirano G., (28). Eles são acusados, após investigação do Departamento de Fraude, de desvio e lavagem de dinheiro.

De acordo com as autoridades surinamesas, Saskia trabalhava em uma compra de ouro. Já o marido o ajudava no esquema fraudulento. A polícia apreendeu carros de luxo na residência da dupla.

Publicidade

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar