Grupo de bandidos deixou mortos na última sexta, em Anapaike.

Dois brasileiros, identificados como Edimilson D.S e Salomão B, que estavam desaparecidos na floresta do garimpo Anapaike, foram encontrados em um posto da região nesta terça-feira, dia 5. Eles trabalhavam na área na última sexta, dia 1º, quando bandidos armados invadiram o local, mataram inocentes e fizeram vários reféns.

Uma das vítimas, o operador de escavadeira Erisvaldo D.S, de 34 anos, foi atingido com vários tiros. O corpo dele foi transferido nesta segunda-feira, dia 4, de helicóptero, para Paramaribo. Um soldado da Unidade Contra Terrorismo (CTU), que não teve a identidade revelada, também foi executado na ação criminosa, com um tiro na testa.

As autoridades do Suriname ainda não se pronunciaram sobre o caso, mas, uma fonte do LPM News informou que o bando era formado por 13 homens. Nesta segunda, outra pessoa que estava entre os reféns disse à reportagem que o grupo era, na verdade, de sete pessoas. Eles levaram ouro de quatro barracos: Sarafim, Gilvan, Luizinho e Ivanir.

Ainda de acordo com testemunhas ouvidas pela reportagem, o grupo agiu com certa violência para conseguir localizar o ouro extraído pelos garimpeiros. Equipamentos teriam sido queimados, inclusive, uma escavadeira. O clima na região permanece tenso. O governo federal enviou tropas para garantir a segurança na área.

Fotos: Reprodução/WhatsApp

Deixe seu comentário abaixo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui