Devido a chegada recentemente de informações atualizadas a respeito deste caso estamos editando uma nova publicação.Veja no site.

Cinco pessoas entre brasileiros e chineses que viajavam em uma canoa com destino a Paramaribo foram vítimas de uma emboscada de assaltantes na segunda-feira, 24 de novembro, por volta das 13:30 da tarde quando desciam a cachoeira na região de “Ulemari”.

Publicidade

Segundo informações de pessoas que testemunharam o assalto, cinco assaltantes, que posteriormente foram identificados como sendo brasileiros, armados e encapuzados, chegaram atirando contra os ocupantes da canoa no momento em que a embarcação chegou a uma parte baixa do rio onde haviam pedras e os viajantes tiveram que descer para empurrar a canoa.

Nesse ponto do rio, os cinco passageiros da canoa foram surpreendidos pelos cinco assaltantes que nem chegaram a anunciar o assalto e começaram a atirar contra o grupo de garimpeiros. Foi nesse momento que o brasileiro, Renato Alves de Carvalho, de 30 anos de idade e natural do estado do Piaui, foi atingido com vários tiros disparados pelos assaltantes. Devido a gravidade dos ferimentos, Renato não resistiu e morreu no local.

Os assaltantes levaram joias, celulares e cerca de 6 Kgs de ouro que estavam com os passageiros da canoa. O corpo de Renato chegou somente nesta quarta-feira, 26 de novembro em Paramaribo e segundo a família do brasileiro, após os procedimentos legais o corpo será levado para ser sepultado no Brasil.

As demais vítimas deste assalto violento registraram ocorrência e a polícia já prendeu os três suspeitos de praticarem este assalto. A polícia está investigando e existem indícios de que o brasileiro que atirou e matou Renato já tenha cometido outros crimes no Brasil.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar