A reportagem do jornal LPM NEWS teve acesso esta semana aos detalhes sobre o assassinato de uma brasileira no garimpo do Caveira, na Guyana Francesa.

Segundo informações obtidas através de testemunhas que estavam no local onde a brasileira foi morta, o crime foi motivado pelo ciúme do ex-namorado da vítima que atendia pelo apelido de “pitboi”.

Publicidade

No domingo, 13 de setembro, por volta das 3:00 hs da madrugada a brasileira, Priscila Oliveira, estava participando de um bingo quando pitboi chegou e viu a vítima em companhia de outro homem.

Dominado pelo ciúme, o acusado foi tomar satisfação com o casal gerando uma discussão quando pitboi de posse de uma faca esfaqueou o homem que estava com a ex-namorada e em seguida matou Priscila com uma facada mortal no coração.

Um grupo de pessoas que estava na festa ao ver o que tinha acontecido decidiu fazer justiça com as próprias mãos e partindo pra cima do assassino o mataram com 3 tiros e vários golpes de faca.

A polícia da Guyana Francesa entrou no garimpo na terça-feira as 10:00 hs da manhã e efetuou a remoção do corpo da brasileira para Saint Laurent, conhecido pelos brasileiros como (Saloham).

A brasileira Priscila Oliveira era mãe de duas crianças e estava trabalhando no garimpo para ajudar no sustento dos menores que estão no Suriname e agora ficaram órfãos de mãe.

[alert color=”C24000″]ATENÇÃO: IMAGEM FORTE !!! ( Clique na imagem para abrir. )[/alert]

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar