Foto: Banco Mundial

O Brasil, em 2022, terá o menor crescimento do PIB em toda a América Latina, de acordo com o Banco Mundial. O dado inclui as ilhas do Caribe, que abrigam offshores.

Apesar disso, a previsão do Banco Mundial – 1,7% – é bem mais otimista do que a dos bancos brasileiros. O país mais próximo do Brasil é o Suriname, com crescimento de 1,8%. Em seguida, aparecem Chile (2,4%), Argentina (2,6%) e México (3%).

Publicidade

Comentar

Comentar