Melvin Bouva — Foto: Luiz Paulo
Publicidade

Melvin Bouva, parlamentar e ex-vice-presidente da Assembleia Nacional (DNA), apresentou nesta quinta-feira, dia 19, uma queixa na polícia de Geyersvlijt por difamação e calúnia contra Radjindrekoemer Ramdhani, que teria feito acusações em um perfil nas redes sociais.

De acordo com Ramdhani, Bouva, entre outras coisas, como líder do projeto de Cuidados Pós-Escolares, desviou SRD 126 milhões. Alguns anos atrás, ele também teria recebido SRD 3 milhões da Autoridade Rodoviária para a implementação de um projeto superfaturado no Suriname.

Publicidade

Bouva indica que todas as alegações podem ser classificadas como mentiras e calúnias na tentativa de prejudicá-lo pessoalmente, mas especialmente politicamente. “No entanto, eles podem ser desmascarados com fatos comprovados. Como foi dito, o nunca fui o líder do projeto em questão”, disse.

Ele nega ainda que tenha recebido recursos indevidos. “Tampouco prestei quaisquer serviços recebi recursos financeiros diretos ou indiretos do referido projeto”, completou. Como presidente do Comitê Permanente de Educação em DNA, ele era, como os outros membros, responsável pela legislação e regulamentação.

 

Comentar

Comentar