Porto Jules Sedney — Foto: Luiz Paulo

As instalações do Jules Sedney Haven foram aprimoradas. O objetivo é melhorar a eficiência e o desempenho logístico do Suriname. Custos como o tempo de desembaraço aduaneiro também deve ser reduzido. O projeto é financiado em US$ 45 milhões pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Uma consultoria do BID, liderada pelo especialista em transporte, visitou NV Port management.

A empresa informa que o trabalho está em andamento para melhorar a infraestrutura e as operações, melhorar ainda mais a segurança adequada. “Facilitando também a compra e atualização de equipamentos e plataformas digitais para facilitar a logística comercial e o desembaraço de mercadorias”, disse a empresa.

Publicidade

A capacidade e funcionalidade da rede viária adjacente e o acesso ao porto também serão melhoradas. Além disso, também é importante reforçar a capacidade institucional para garantir uma execução, gestão sustentável de recursos e exploração adequada.

Este projeto também incluirá a introdução de sistemas de transporte inteligentes para controle, planejamento e fiscalização do tráfego, integrando semáforos e de trânsito variável​​para as áreas adjacentes. Esta intervenção deve garantir que uma infraestrutura associada cumpra o projeto de acessibilidade universal.

 

Comentar

Comentar