‘É preciso coragem para dividir sua história’, escreveu o presidente dos Estados Unidos, no Twitter, sobre a transição de gênero de Bruce Jenner.

Até Barack Obama se rendeu a Caitlyn Jenner. No Twitter, o presidente dos Estados Unidos escreveu um post elogiando a coragem de Bruce Jenner ao assumir sua transição de gênero e aparecer pela primeira vez como mulher na capa de uma revista. “É preciso coragem para dividir sua história”, escreveu Obama. Na sequência, o presidente encorajou seus seguidores LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros) a também assumirem sua sexualidade. “Sua história faz diferença na luta pelos direitos LGBT”, escreveu ele.

Publicidade

Sucesso na web
Assim que Caitlyn – ex-padrasto de Kim Kardashian – criou um perfil no Twitter com seu novo nome, em quatro horas e três minutos, conquistou um milhão de seguidores. Com essa marca, segundo sites internacionais, ela bateu o recorde da rede social que, até então, pertencia a Barack Obama. Quando entrou no Twitter, o presidente norte-americano alcançou a marca de um milhão de seguidores em quatro horas e meia.

Caitlyn Jenner é capa da edição de julho da “Vanity Fair”, divulgada nesta segunda-feira, 1º e na manchete da publicação ela pede para ser chamada por seu novo nome. “Call me Caitlyn” (Me chamem de Caitrlyn). Na sua recém-lançada conta no Twitter, ela falou sobre a nova fase de sua vida. “Estou muito feliz, após uma longa luta, por estar vivendo meu verdadeiro eu. Bem vindo ao mundo, Caitlyn. Mal posso esperar para que você a/me conheça”, escreveu ela no microblog.

O “renascimento” de Bruce Jenner como Caitlyn também colocou o ex-padrasto de Kim Kardashian no topo mundial dos assuntos mais comentados no Twitter. Vale lembrar que, durante sua mudança de gênero, ele fez uma cirurgia facial para ficar com a aparência mais feminina.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Ego

Comentar

Comentar