A presidente da Assembléia Nacional, Jennifer Geerling-Simons solicitou uma reunião para que o presidente informe sobre a situação que envolve a decisão da corte marcial.

A reunião na Assembléia Nacional será a portas fechadas onde o presidente Desi Bouterse passará informações a Comissão-Geral que trata desta questão.

Publicidade

A corte marcial determinou que o julgamento do caso de 08 de dezembro seja realizado no dia 30 de junho para em seguida, determinar a sentença contra os réus pronunciados, cujo o presidente Desi Bouterse figura como um dos principais acusados.

A presidente da assembléia Nacional havia dito na semana passada que estava à espera de uma segunda carta da ministra da Justiça e Polícia, Jennifer van Dijk-Silos que enviou uma carta a presidente da DNA após saber que o veredicto sobre a acusação dos suspeitos no processo 08 de dezembro seria dado no dia 30 de junho onde o presidente Desi Bouterse é o principal suspeito neste caso de assassinato.

Na carta, a ministra da Justiça e Polícia diz que há uma questão constitucional e que após o veredicto a segurança do Estado seria comprometida pela decisão do Tribunal Militar. O Presidente do Tribunal de Justiça, Iwan Rasoelbaks, já declarou publicamente que não existe nenhuma crise constitucional ocorrendo no país.

A presidente da Assembléia Nacional vai consultar o presidente Desi Bouterse para determinar se a reunião que será realizada amanhã será a portas fechadas.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar