‘Se eu morrer por causa das informações desse livro, sei que minha alma está salva!’, disse a modelo ao EGO.

Andressa Urach divulgou a capa de seu livro em que fala sobre drogas e prostituição. Na obra intitulada “Morri para viver – meu submundo de fama, drogas e prostituição”, a modelo fala sobre a sua vida. “Se eu morrer por causa das informações desse livro, sei que minha alma está salva!”, disse ela ao EGO.

Publicidade

Andressa falou o motivo que a levou a aceitar o projeto: “Eu apenas aceitei escrever sobre tudo o que vivi para ajudar quem acha que necessita de ajuda. Obrigado a todos que me apoiaram na realização deste sonho. O livro será lançado em todas as livrarias no final de agosto pela Editora Planeta. Espero que minha história ajude a erguer muitas pessoas e leve todos os leitores a uma reflexão sincera das escolhas que fazemos ao longo da vida.”

A contracapa do livro traz um pequeno resumo das memórias de Andressa. “Confesso que foi preciso coragem para contar tudo. Venci a vergonha de um passado sujo para tentar estender a mão para quem se considera em um beco sem saída. A partir do final de agosto, viajarei pessoalmente para lançar ‘Morri para viver’ nas principais livrarias do Brasil. Espero ter a honra de receber a visita de cada de um de vocês”, disse ela a seus fãs na rede social Instagram.

Um trecho do texto da contracapa diz: “Como ela se tornou uma das prostitutas mais caras e desejadas do país. A rotina no bordel onde construiu seu nome de guerra: Ímola. O chocante e constrangedor diário de uma garota de programa. Um mergulho jamais feito, com tantos detalhes, no mercado da prostituição de luxo. Os casos secretos com clientes ricos e famosos. Empresário milionários, cantores, jogadores de futebol, artistas, bandidos e religiosos.”

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: Ego

Comentar

Comentar