Jovem ficou com o rosto inchado ao ser mordido por cobra venenosa.Autoridades investigam se ele mantinha mocassim d’água ilegalmente.

O americano Austin Castaway Hatfield, de 18 anos, teve sorte de sobreviver a uma mordida de uma cobra venenosa após tentar “beijar” o réptil em sua casa no estado da Flórida (EUA).

Publicidade

Austin tentou beijar uma mocassim d’água no sábado (18), mas levou uma mordida e precisou ser hospitalizado em Tampa.

Amigos do adolescente disseram que o jovem matinha a víbora em fronha de travesseiro e foi mordido durante a realização de um de seus números favoritos, que era beijar a cobra.A Comissão de Conservação da Vida Marinha e Selvagem da Flórida abriu uma investigação para apurar se o adolescente mantinha a cobra ilegalmente.

Deixe seu comentário abaixo.

Fonte: G1

 

Comentar

Comentar