As ações europeias recuaram nesta segunda-feira (27), com os papéis de viagens liderando o declínio depois que o Reino Unido impôs uma quarentena de duas semanas para viajantes que retornem da Espanha após um aumento nos casos de coronavírus no país.

Publicidade

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,27%, a 1.426 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,31%, a 366 pontos, ampliando as perdas depois de ter registrado sua primeira queda semanal em quatro na sexta-feira.

O setor de viagens e lazer caiu 3,4%, com as companhias aéreas baseadas no Reino Unido e operadoras turísticas como TUI, Easyjet , e IAG, dona da British Airways, perdendo entre 6% e 11,3%.

O índice mais amplo caiu para uma mínima em dois meses, consolidando ainda mais seu status de pior desempenho entre os setores da Europa este ano, com uma perda de 40%.

As ações espanholas ficaram atrás de seus pares europeus, também atingidas pela fraqueza do setor bancário.

“Sempre houve essa preocupação, desde que as medidas de bloqueio foram divulgadas, de que teríamos um ressurgimento em casos e reimposição de restrições sociais”, disse Alastair George, estrategista-chefe da Edison Investment Research.

  • Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,31%, a 6.104 pontos.
  • Em FRANKFURT, o índice DAX ficou estável, a 12.838 pontos.
  • Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,34%, a 4.939 pontos.
  • Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,28%, a 20.019 pontos.
  • Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,70%, a 7.170 pontos.
  • Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,89%, a 4.452 pontos.

Fonte: G1

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar