Chan Santokhi — Foto: Luiz Paulo

Apesar das fronteiras fechadas desde março, o abastecimento de alimentos continua garantido. É o que garantiu o presidente do Suriname, Chan Santokhi. O país tenta, ainda, colocar em vigor políticas públicas especializadas para diminuição da pobreza.

“Certifique-se de aproveitar as frutas e vegetais saudáveis que o Sranan ‘Gron nos oferece. Os mercados permanecerão abertos especialmente para isso, sujeitos às medidas da Covid, exceto durante o bloqueio no fim de semana”, ratificou Chan Santokhi à população.

Publicidade

“O Ministério de Assuntos Sociais e Habitação está trabalhando em uma política especial de redução da pobreza. Já o Ministério do Trabalho está trabalhando no registro de desemprego. Tudo para que um suporte eficaz seja fornecido e chegue às pessoas certas”, completou Santokhi.

O presidente indicou que o governo está ciente de que as medidas da Covid exercem enorme pressão sobre a sociedade. “É sempre necessário equilibrar a sociedade e a saúde pública. Neste contexto, foi criado um sub-conselho de redução da pobreza no seio do Conselho de Ministros”, finalizou.

Comentar

Comentar