Segundo o diretor da fundação Natuurbehoud Suriname (Stinasu), Luciën Tholen, não haverá liberação de nenhuma área do parque natural Brownsberg para mineração de ouro por garimpeiros ilegais.

No entanto, a Comissão de Planejamento do Setor em Suriname (OGS Ordening Goudsector Suriname), vê que a solução do problema dos garimpeiros ilegais é ceder um pedaço de terra do parque natural. A (OGS) fez esta proposta ao Ministério (RGB), onde a (Stinasu) faz parte.

Publicidade

“Se fizermos isso, vamos enxugar o chão com a torneira aberta, porque mesmo se estabelecermos limites, os garimpeiros ultrapassarão esses  limites”, afirmou Tholen.

De acordo com o diretor da (Stinasu), a fundação pretende prosseguir com a reabilitação da área destruída, mas primeiro, os garimpeiros devem desocupar a área imediatamente. Lucien Tholen fará uma apresentação sobre a sua posição para o Ministro do (RGB) Steven Relyveld e o gerente da (OGS) Gerold Dompig.

Segundo o diretor, o parque natural é um dos maiores parques no Suriname, rico em fauna e flora e os pesquisadores estão dispostos a pagar para investigar certos animais. “Mas devido aos garimpeiros não temos tido rendimento e já faz tempo que não recebemos mais dinheiro do (WWF)”, disse Tholen.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar