Zezé é processado por dar calote em ex-motorista

Zezé é processado por dar calote em ex-motorista

A Justiça condenou o cantor Zezé Di Camargo a pagar cerca de R$ 70 mil a um antigo motorista, Murillo Luciano Alves. Segundo a ação que foi julgada Justiça do Trabalho de São Paulo, Zezé não pagou horas extras, férias e 13º salário ao empregado.

O cantor agora tem o prazo de 48 horas para quitar a dívida, segundo o colunista Leo Dias, do jornal O Dia. O autor da ação foi o sobrinho do motorista, Silvino Luciano, que empresaria a dupla Zezé Di Camargo & Luciano.

Ainda de acordo com o colunista, há mais um processo envolvendo o sertanejo, mas que corre em segredo de Justiça. A autora dessa ação é Marcela Boldrim, viúva de um segurança de Zeze que se suicidou em 2014. Assim como no caso do motorista, ela pede os direitos trabalhistas.

Fonte:Dol

Comentar

Comentar