As informações sobre a prisão dos três brasileiros que estavam vivendo ilegalmente no Suriname foram divulgadas no site da polícia nesta quarta-feira, 7 de março.

De acordo com com relatório do Departamento de Relações Públicas da Polícia, três homens de nacionalidade brasileira, foram presos na área do Fort Zeelandia, em Paramaribo.

A polícia da região central de Paramaribo recebeu uma chamada informando que três homens apresentavam um comportamento suspeito durante o último final de semana de fevereiro na área. Ao serem abordados pelos policiais, os três suspeitos não puderam apresentar os passaportes nem a documentação de permanência no país, o que resultou na prisão imediata dos brasileiros identificados como Fernando B. de 33 anos de idade, Adriano P. (26) e Sheylon L., (39).

Os três estrangeiros ilegais foram transferidos para o Departamento da Polícia de Imigração onde permanecerão detidos aguardando autorização para deportação.

Fort Zeelandia é uma antiga fortaleza e um dos principais pontos turísticos em Paramaribo que foi construído em 1640 pelos franceses. Após a independência do Suriname em 1975, e durante o governo militar na década de 1980, o Fort Zeelandia foi o local usado para torturar prisioneiros políticos e onde também ocorreram os assassinatos de dezembro de 1982.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar