Segundo informações da polícia divulgadas pela imprensa local, o treinador abusava de uma aluna de 14 anos de idade.

Ricardo Oehlers foi preso, acusado de abusar sexualmente de uma de suas alunas do Clube de Futebol Feminino do Suriname.

Os pais da menina apresentaram uma queixa na polícia esta semana relatando que a adolescente foi pressionada pelo treinador, de acordo com mensagens de texto apresentadas á polícia. De acordo com o dono do clube, a situação só teria aparecido nas últimas semana depois que o treinador foi preso. “Nas mensagens de texto e imagens trocadas entre a adolescente e o treinador e o relato da menor, fica comprovado para a polícia o crime de abuso”, relatou um dos oficiais responsáveis pela investigação do caso.

O acusado, Ricardo Oehlers, trabalhava no clube como treinador do time feminino na faixa etária de 14 a 17 anos de idade e segundo a diretoria do clube é preciso saber toda a verdade antes do clube se pronunciar sobre o caso. “Se a investigação provar que Oehlers é culpado, então isto será muito ruim para a reputação do clube, mas é necessário esperar a conclusão das investigações”, observou um outro treinador de futebol do clube.

Conforme o código penal do Suriname, produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente é crime com multa e prisão de 4 a 8 anos de reclusão. Incorre nas mesmas penas quem agencia, facilita, recruta, coage, ou de qualquer modo disponibiliza, transmite, distribui, publica ou divulga por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfico envolvendo criança ou adolescente.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar