Roer as unhas e chupar o dedo afasta as crianças das alergias

Roer as unhas e chupar o dedo afasta as crianças das alergias

Exposição aos germes protege o organismo, diz estudo.

Um estudo realizado com mil pessoas pela Escola de Medicina Dunedin, na Nova Zelândia, mostrou que a exposição aos germes na infância pode aumentar a proteção do organismo, benefício que se estende, inclusive, na idade adulta. Entre os hábitos relacionados ao tema que são mais comuns entre as crianças estão roer as unhas echupar o dedo.

O estudo, concluído por pesquisadores da Escola Dunedin de Medicina, da Nova Zelândia, e publicado no periódico científico Pediatrics, foi realizado com 1 mil neozelandeses durante os seus 5 e 32 anos de idade. Os cientistas observaram que um terço dos participantes do estudo chupavam o dedo ou roíam as unhas com 5, 7, 9 e 11 anos. Depois, todo o grupo foi testado para alergias aos 13 e aos 32 anos.

No primeiro teste, foi constatado que as chances de desenvolver reações alérgicas a ácaros, pelos de animais, etc, havia sido reduzida para 30% entre os jovens que chupavam o dedo e roíam as unhas em comparação aos que não mantinham esses hábitos. Anos depois, o segundo teste apontou que essa proteção acompanhou a idade adulta dos participantes.

Esses hábitos, porém, não tiveram nenhum efeito sobre as chances de se desenvolverasma ou rinite. Se esse for o seu caso, veja abaixo alguns agravantes das alergias respiratórias:

Alterações de temperatura
As variações de calor para frio ou vice-versa podem causar irritações nas vias respiratórias e demais órgãos. “No caso da asma, por exemplo, essa mudança brusca irrita os brônquios, que se contraem como resposta, o que faz com que a pessoa sinta falta de ar”, explica o pneumologista Élcio Vianna, presidente da Comissão de Asma da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia.

Fortes emoções

Ficar muito nervoso, triste ou assustado pode desencadear o fechamento dos brônquios, levando a uma crise de asma. Segundo o pneumologista Élcio, ainda não se sabe o motivo exato desse efeito. “O que sabemos é que o sistema nervoso controla o brônquio, então provavelmente deve ser esta a relação”, afirma.

Produtos químicos

Há alguns produtos de cheiro tão forte que causam irritação na maioria das pessoas, como tinta de parede. “Até a tinta de cabelo pode desencadear crises”, comenta Élcio Vianna. Produtos de limpeza também costumam ser motivo de irritação.

Infecções virais

Élcio Vianna conta que todo vírus que irrita e inflama o brônquio faz com que ele se feche, o que pode aumentar a secreção e as chances de crises alérgicas. Por isso, é importante tomar vacina contra gripe em épocas de campanha e ter cuidado para não ficar com a imunidade baixa e favorecer a manifestação de doenças virais.
Veja aqui outros fatores agravantes das alergias respiratórias e como evitá-los.
Fonte: Minha vida

Comentar

Comentar