Resumo do carnaval 2019: Neymar e Anitta, Bruna Marquezine, Ivete Sangalo, Sabrina Sato, Viviane Araújo… veja os destaques da folia

Resumo do carnaval 2019: Neymar e Anitta, Bruna Marquezine, Ivete Sangalo, Sabrina Sato, Viviane Araújo… veja os destaques da folia

Chuva e ‘treta’ na Sapucaí, Mangueira engajada, homenagens a Marielle, blocos politizados, bonecos de Olinda ‘escoltados’, confusão no bloco da Ludmilla, Arlindo Cruz emocionando o Anhembi, truques de musas e fantasias com ‘legenda’ marcaram a festa.

A volta de Ivete Sangalo, Neymarcantando no camarote da Sapucaí e saindo escorado pelos “parças”, Bruna Marquezine fazendo quadradinho no mesmo espaço pouco depois de ele cantar (e tendo a conta no Instagram desativada na manhã seguinte), Anitta promovendo um “Vale a pena ver de novo” (e negando ter ficado com Neymar), Sabrina Sato mostrando que é rainha (mãe), Viviane Araújo chateada com a concorrência (e respondendo)… Esses foram alguns dos principais nomes do carnaval 2019.

Na avenida, teve ainda homenagens a Marielle Franco – tanto no Anhembi, em São Paulo, quanto na Sapucaí, no Rio, onde ainda rolaram chuva e “treta” –, enredos engajados (racismo, cultura africana e papel da mulher na sociedade estiveram na pauta), Arlindo Cruz emocionando os presentes no desfile paulistano e musas recorrendo a truques para não fazer feio.

Já nas ruas, não faltaram blocos com manifestações políticas – os bonecos de Jair e Michelle Bolsonaro em Olinda tiveram de contar com escolta antes do desfile – e fantasias com “legendas” explicativas. A nota triste ficou para a confusão no bloco Fervo da Lud, capitaneado para cantora Ludmilla no Centro do Rio, que levou mais de 200 a procurar atendimento médico.

Neymar: o folião artilheiro

Neymar, o jogador popstar, tem talento para isso – e não é de hoje. Neste carnaval 2019, o craque demonstrou agilidade e ocupou espaços em várias folias:

  • Na sexta-feira (dia 1º), compartilhou vídeos curtindo ao som de Léo Santana e fazendo parecer que estava em Salvador – mas tudo não passou de drible–pegadinha, já que o registro tinha sido feito no Rio mesmo. A legenda poderia ser problema, se ele estivesse falando de futebol: “Aqui é pipoca, mermão”.
  • No sábado (2), Neymar teve companhia de Gabriel Medina e outros “parças” num camarote do bairro da Ondina – agora, sim, na capital baiana.
  • Na virada de segunda-feira (4) para terça-feira (5), surgiu na Marquês Sapucaí. Ao longo da madrugada, posou para fotos junto com Anitta (que mais tarde assegurou: “Não peguei ninguém”) e cantou com Ludmilla. Logo na sequência, a atriz Bruna Marquezine, com quem o jogador já namorou, fez “quadradinho” no mesmo palco do mesmo camarote.
  • Por volta das 5h desta terça, depois de passagem por diversos espaços VIP, Neymar saiu da Sapucaí amparado por amigos.

Bruna Marquezine: a foliona maratonista

Bruna Marquezine se divertiu entre Salvador e o Rio neste carnaval. “Este foi, sem dúvida, um carnaval muito incrível”, disse em entrevista (assista acima). Sem dúvida. Foi uma maratona, na qual a atriz demonstrou ter fôlego de atleta:

  • Na sexta, foi ao trio sem cordas no circuito Dodô puxado por ninguém menos que Anitta. Até para a “pipoca” Bruna desceu, no meio do público, junto com Giovana Lancellotti e Gabriel Medina, parça de Neymar.
  • Na noite de sexta, a incansável Bruna requebrou até o chão no trio do Psirico ao som de uma música que leva seu nome.
  • No dia seguinte, a atriz postou vídeo, ainda no hotel, ao som de “Terremoto”, sucesso de Anitta e Kevinho. Em seguida, partiu para o bloco Coruja, que recepcionou Ivete Sangalo.
  • Depois, a atriz a atriz aproveitou o trio de Major Lazer, Tropkillaz e ÀTTØØXXÁ. E o fim da odisseia soteropolitana foi um evento em si: Bruna retornou ao hotel a bordo de um mototáxi. Na legenda da foto, escreveu: “Por hoje é só, Salvador. Ou, malandre-se”. Era uma referência ao hit “Vai, malandra”, da Anitta.
  • No domingo, ainda em Salvador, Bruna apareceu de peruca loira no camarote Expresso 2222, de Gilberto Gil, que é só para convidados.
  • Na noite desta segunda, chegou à Sapucaí, no Rio. Ela apareceu com os cabelos mais curtos e pretos, mas era peruca.
  • Já na madrugada desta terça, fez quadradinho e dançou muito funk no show de Ludmilla num camarote da Sapucaí. As redes sociais do espaço mostraram que, momentos antes, Neymar tinha cantado com a funkeira ali mesmo.
  • Finalmente, na manhã desta terça, o perfil de Bruna Marquezine no Instagram apareceu fora do ar. Não se sabe se a própria atriz desativou a conta ou se ela foi invadida. Procurada, a assessoria de imprensa da artista não respondeu.

 

Anitta fez ‘Vale a pena ver de novo’

A cantora Anitta, que passou por Salvador, Aracati (CE) e Rio, promoveu um “Vale a pena ver de novo” de musas durante este carnaval de 2019.

Ela apresentou looks inspirados em Tiazinha, Feiticeira e as dançarinas do É o Tchan. Também homenageou Mariah Carey, Beyoncé e Christina Aguilera. “Todos os dias a cantora estará homenageando uma figura do passado com o tema Vale a pena ver de novo”, informou a assessoria da artista.

Suzana Alves, que interpretava Tiazinha, agradeceu: “Guerreira e amada. Muitos beijos para você”.

Sobre rumores de que teria ficado com Neymar na Sapucaí, Anitta afirmou nesta terça: “Infelizmente não peguei ninguém. Acordei inclusive um pouco com raiva porque saí no zero a zero”.

Os rumores surgiram depois que foram divulgadas fotos de Anitta e Neymar na conta de David Brasil – elas tinham as legendas “segura esse casal, Brasil” e “tbm tô passado”. A cantora comentou: “O único que perdeu a linha foi o David de botar aquela legenda nada a ver, vou dar um esporro.”

“Eu sou amiga do Neymar há muitos, muitos, e muitos anos”, explicou Anitta. Sobre Bruna, disse: “Não é só porque as pessoas são famosas e se cruzam nos lugares que elas são melhores amigas. Eu não sou amiga da Marquezine. Conheço. Ela foi no meu trio porque o meu assessor de imprensa é grande amigo dela”.

Ivete Sangalo: o retorno

Ivete Sangalo retornou ao carnaval de Salvador neste ano após se ausentar da festa em 2018, por conta do nascimento das gêmeas Marina e Helena, que comemoraram o primeiro aniversário em dia 10 de fevereiro.

“O retorno está sendo glorioso, de alegria, muita saudade, então eu estou com uma quente e duas fervendo. E o povo está vindo comigo juntos nessa energia. Muitas homenagens, os meus fãs todos juntos comigo”.

Na segunda, a cantora arrastou uma multidão na Barra/Ondina. Durante seu desfile, Veveta recebeu vários artistas em cima do trio e chegou a parar a apresentação para ajudar uma ambulante que teve caixas de isopor quebradas durante o percurso.

Depois, assim como fez no carnaval de 2017, Ivete colocou uma fantasia e foi curtir a festa anonimamente na “pipoca” de Salvador.

Ao lado do marido, o nutricionista Daniel Cady, Ivete se acabou de dançar no circuito Barra/Ondina, fantasiada de Pierrot.

Sabrina Sato: a rainha (mãe)

O carnaval de 2019 foi o primeiro de Sabrina Sato após dar à luz a Zoe, sua filha com o ator Duda Nagle, em novembro do ano passado. Também foi a estreia da apresentadora como rainha de bateria da Gaviões da Fiel, em São Paulo.

“A Zoe me deixou ainda mais emocionada. Estou homenageando todas as mães”, disse, na concentração do desfile, em entrevista à TV Globo. Antes de seguir para o Sambódromo, contou como foi vestir a fantasia: “O mais difícil agora foi tirar o leite e colocar a fantasia porque ficou saindo, e eu tinha de colocar a roupa”.

Na Sapucaí, onde desfilou como rainha de bateria da Unidos de Vila Isabel, Sabrina usou uma fantasia com proteção nos seios para não vazar leite.

Viviane Araújo: a rainha das rainhas

Viviane Araújo, que é chamada de “a rainha das rainhas”, mais de novo marcou presença no carnaval do Rio e de São Paulo. Ela desfilou pela Mancha Verde, que foi campeã, e pelo Salgueiro.

Vivi foi alfinetada por Elaine Azevedo, rainha da Unidos da Tijuca, que declarou que a “concorrente” deveria ser substituída. “Acho muito chato, mas é a opinião dela”, declarou Vivi, que disse anteriormente que seguirá no posto enquanto a quiserem.

Depois da polêmica, a própria Elaine Azevedo negou haver desentendimento: “Acho que não existe rivalidade entre mulheres. Pelo contrário, temos que nos unir”.

No sambódromo do Rio, Vivi foi ovacionada no Setor 1 à frente da bateria do Salgueiro. Sobre a vitória da Mancha no carnaval de São Paulo, comemorou: “Merecido”.

Chuva na Sapucaí (mas não só lá)

No Rio, a Sapucaí ficou alagada, o que atrasou a festa da Série A. Em Belo Horizonte, a capa de chuva foi uma fantasia comum e teve folião que até fingiu surfar para aproveitar a festa. No Recife, a abertura oficial do carnaval ocorreu em baixo de chuva.

Arlindo Cruz emocionando o Anhembi

O sambista Arlindo Cruz emocionou o Anhembi no carnaval de São Paulo ao participar do desfile da X-9 Paulistana. A escola comemorou os 60 anos do cantor, que se recupera de um acidente vascular cerebral (AVC) ocorrido em 2017.

Arlindo esteve presente no último carro da escola – após ser liberado por médicos para viajar do Rio, onde mora – acompanhado de uma equipe de enfermeiros. Seu filho Arlindo Neto, o Arlindinho, cantou o samba-enredo ao lado do intérprete Darlan Alves.

A X-9 terminou em décimo lugar.

Manifestações políticas nos blocos

A política inspirou fantasias em blocos de todo o Brasil. Foliões lembraram denúncias, como o uso de candidatos-laranja nas eleições de 2018, políticos e frases polêmicas.

As fantasias com plaquinhas que faziam as vezes de “legendas” foram o hit da vez. Elas já foram vistas em muitos outros carnavais. Mas, em tempos de memes, Instagram e Stories, o recurso pegou de vez.

Outra tendência: uma boia na mão ou na cintura e um hit na cabeça. Em diversas cidades, a inspiração foi o meme “Piscininha, amor”. Ele nasceu com com um vídeo do jogador Egídio, do Cruzeiro, em que dizia à esposa: “Que delícia de mar. Piscininha, amor. Ótimo para a gente namorar”. O vídeo ganhou uma paródia do jogador Fred, também do Cruzeiro, e virou música na voz de um garoto de 17 anos, Whadi Gama.

Os brincos compridos também fizeram a cabeça (e as orelhas) de foliões pelo país. Esses acessórios que caem sobre os ombros são chamados de “brincos constelação”, “brincos de franja” ou “brincos de fitas metálicas”.

Bonecos de Olinda ‘protegidos’

Realizada desde 2009, a Apoteose dos Bonecos Gigantes de Olinda foi marcada por estreias, nesta segunda. O desfile contou, pela primeira vez, com os bonecos do presidente Jair Bolsonaro e da primeira-dama, Michelle, na ala de frente. Houve manifestações favoráveis e contrárias entre os foliões.

Durante a concentração, os bonecos de Bolsonaro e Michelle ficaram cobertos por um pano, para evitar danos e confusão entre os foliões. Dois seguranças da Embaixada dos Bonecos Gigantes de Olinda, responsável pela confecção das alegorias, ficaram tomando conta das peças.

Confusão no bloco da Ludmilla

Uma confusão encerrou o bloco Fervo da Lud, no Centro do Rio, uma hora e meia antes do previsto. Um tumulto provocou correria nesta terça-feira (5), quando Ludmilla se apresentava para uma multidão. Houve briga, pânico, bombas e ação da polícia.

Ainda não se sabe o que causou a confusão. Uma briga generalizada parou a festa, que reunia 1,2 milhão de pessoas, segundo a organização. A polícia usou bombas de efeito moral, gás de pimenta, gás lacrimogênio e cassetetes contra foliões. A PM prendeu uma pessoa.

Fonte: G1

Comentar

Comentar