Populares matam e ateiam fogo em suspeito de assassinar adolescente, em frente a quartel da polícia no AM

Populares matam e ateiam fogo em suspeito de assassinar adolescente, em frente a quartel da polícia no AM

Corpo de adolescente foi encontrado enterrado em quintal de casa, no dia 4 deste mês, no município de Borba. Grupo de moradores matou suspeito do crime neste domingo (8).

Um grupo de moradores do município de Borba, a 151km de Manaus, invadiu um quartel da Polícia Militar neste domingo (8) e matou um jovem de 18 anos, suspeito de estuprar e assassinar uma adolescente, de 14, no início deste mês. Após o crime, populares atearam fogo no corpo em frente à unidade.

O caso ocorreu no início da noite, na sede da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), localizada na cidade. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), o suspeito havia sido preso por volta de 17h30 e levado para a delegacia da cidade.

Por conta da agitação observada com a prisão do jovem, a SSP informou que a equipe da Polícia Civil pediu apoio da PM para fazer o deslocamento do detento até o 9° CIPM, onde ficaria detido.

Com a revolta por conta do crime, uma mobilização de moradores foi organizada pelas redes sociais. Dezenas de populares se reuniram em frente ao quartel da PM e invadiram o local.

A SSP conta que o suspeito foi retirado do prédio e agredido até a morte em via pública. Após a agressão, a polícia afirma que o grupo colocou o corpo junto a um sofá e, em seguida, fez uma fogueira.

Adolescente foi encontrada morta em quintal de casa, no dia 4 deste mês (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Durante a ação, seis policiais militares ficaram machucados com lesões leves. Eles receberam atendimento médico e passam bem, segundo a secretaria. A sede do 9º CIPM também foi depredada durante a ação.

A Polícia conta que tentou enviar reforços de policiais militares de Nova Olinda do Norte – a cidade mais próxima, que fica a cerca de 3 horas de distância -, mas, além do tempo para deslocamento, a cidade vizinha enfrentava uma tempestade.

A Polícia Civil do Amazonas informou que equipes compostas por delegados e investigadores e a tropa das Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), da Polícia Militar, estão a postos para embarcar a cidade nas primeiras horas da manhã de segunda-feira (9). Borba não tem aeroporto e, por isso, o voo noturno é proibido.

O caso

O corpo d Patriciane Barros dos Santos, de 14 anos, foi encontrado na madrugada do dia 4 de julho, no quintal de uma casa no município de Borba. De acordo com a Polícia Civil, a vítima tinha 16 perfurações de faca pelo corpo.

A polícia foi ao local por volta de 2h e localizou o corpo após uma denúncia. A PM verificou que a jovem não apresentava sinais vitais e uma ambulância foi solicitada para encaminhar a vítima ao Hospital de Borba, para constatação do óbito.

O caso está sendo acompanhado pela 74ª Dlegacia Interativa de Polícia (DIP). Na unidade, oitivas com familiares e testemunhas já estavam sendo realizadas para elucidar o crime.

O Comando de Policiamento informou que o suspeito era namorado da vítima, mas a motivação do crime ainda estava sendo investigada pela Polícia Civil.

Fonte: G1

Comentar

Comentar