Polícia Federal prende piloto que participava da rota do tráfico de cocaína para o Suriname

Polícia Federal prende piloto que participava da rota do tráfico de cocaína para o Suriname

O homem preso pela Polícia Federal na quinta-feira (21) é suspeito de pilotar aviões do tráfico internacional de drogas.

De acordo com as investigações da PF, ao todo foram 28 prisões e 11 aeronaves apreendidas em 88 mandados de busca cumpridos.

Entre 2017 e 2018 a quadrilha transportou mais de nove toneladas de cocaína em 23 vôos e o piloto preso estaria à frente de viagens para a Venezuela e para o Suriname. “Nós também conseguimos localizar e apreender no Suriname um submarino construído justamente para transportar a droga até a costa da África”, disse o delegado da Polícia Federal, Marcelo Botelho.

Em dois anos, a quadrilha transportou ao menos nove toneladas de cocaína. Além do piloto, outras 27 pessoas também foram presas na operação contra uma quadrilha especializada no transporte de drogas da Colômbia e da Venezuela para o Brasil, Estados Unidos e Europa.

O piloto foi preso em uma casa no Jardim Gaivotas e levado para a sede da PF, em São Sebastião e segundo a investigação da polícia, ele atuava como um dos pilotos da quadrilha e a suspeita é que ele faria parte do núcleo de logística, cuidando de operações para transporte e distribuição da droga, como o plano de voo das aeronaves.

Deixe o seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar