Operação Octopus divide opiniões nas ruas de Paramaribo

Operação Octopus divide opiniões nas ruas de Paramaribo

Muitas pessoas em Paramaribo tem opiniões diferentes quanto a operação em grande escala da polícia contra o crime.

O policiamento extra nas ruas de certa forma está dividindo opiniões e nem todos parecem estar felizes com a forma como a autoridades de segurança estão realizando esse trabalho.

De acordo com uma pesquisa de opinião pública realizada entre os moradores de Paramaribo na última segunda-feira (10) algumas pessoas declararam que se sentem constrangidas quando são abordadas pelos policiais nas ruas e são obrigadas a se identificar e explicar o que estão fazendo. Por outro lado, comerciantes aprovam a medida do governo e acreditam que com o aumento das medidas de segurança as pessoas vão perder o medo de sair as ruas e consequentemente as vendas vão melhorar.

Saiba mais:

Uma dona de casa respondeu a pesquisa afirmando que prefere ficar em casa uma vez que todos os jornais estão cheios de notícias sobre assaltos e roubos que ocorrem quase que diariamente e ela não gostaria de ser abordada pela polícia para dar explicações. Outro cidadão disse que estava mais do que na hora do governo tomar uma atitude séria contra os bandidos que parecem estar se multiplicando no Suriname. “Eu tenho um vizinho que estava sentado em seu sofá assistindo televisão com a porta de sua casa aberta quando foi surpreendido por dois ladrões armados que levaram sua televisão em plena luz do dia”, desabafou o entrevistado.

Um garimpeiro disse que aprova ação das autoridades porque ele passas semanas no garimpo e sua esposa fica sozinha em casa com as crianças. “Minha casa tem grades de ferro em todas as portas e janelas, mas eu tenho medo de que minha casa seja invadida por esses bandidos” explicou o garimpeiro que passa pouco tempo na cidade.

A polícia emitiu um comunicado esta semana alertando os cidadãos em Paramaribo e arredores para que estejam preparados para esta operação policial que tem como objetivo uma fiscalização rigorosa para tirar de circulação jovens delinquentes, estrangeiros ilegais e até crianças que estejam desacompanhadas dos pais nas ruas de Paramaribo. A operação policial em grande escala que conta com a cooperação do Exército Nacional tem como objetivo inibir a prática de crimes violentos e está sendo realizada inicialmente em Paramaribo, Wanica e Commewijne.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar