Mulher de 47 anos foi presa por fraude e estelionato no Suriname

Mulher de 47 anos foi presa por fraude e estelionato no Suriname

A mulher estava sendo procurada pela polícia desde dezembro de 2016 sob a acusação de estelionato.

Segundo informações divulgadas no site da KPS, na quarta-feira (11), a acusada estava escondida no interior do Suriname e foi presa na sexta-feira, 6 de outubro.

A estelionatária identificada pela polícia como Arnolda U.  de 47 anos de idade, estava sendo procurada por aplicar golpes na venda de terrenos no interior do país. Segundo a polícia, ela e seu companheiro enganaram várias pessoas apresentando documentos falsos de propriedade de terras e usando documentos de identificação também falsificados, conseguiram ludibriar famílias inteiras se apossando do dinheiro das vítimas.

Desde dezembro do ano passado, o Procurador-Geral do Suriname já havia ordenado a localização e a captura da acusada depois que várias vítimas procuraram a polícia para denunciar a estelionatária que conseguiu fugir e estava escondida no interior do Suriname. Após informações detalhadas, ela e seu parceiro foram presos em Kapasikele e transferidos para Paramaribo.

O casal de estelionatários vai continuar preso enquanto aguardam o julgamento por fraude e falsidade ideológica.

A polícia adverte: falsificar documentos é crime que consiste na adulteração de documento, público ou particular, com o objetivo de obter vantagem – para si ou para outrem – ou mesmo para prejudicar terceiro.

Foto: KPS

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar