Mortos em queda de avião perto do Campo de Marte eram tripulantes, dizem bombeiros

Mortos em queda de avião perto do Campo de Marte eram tripulantes, dizem bombeiros

Aeronave com Guilherme Murback e Leonardo Kasuiro Imamura colidiu em casa após decolagem.

As duas pessoas que morreram na queda de um avião de pequeno porte na Casa Vede, Zona Norte de São Paulo, eram os tripulantes Guilherme Murback, de 26 anos, e Leonardo Kasuiro Imamura, de 43, informou o Corpo de Bombeiros.

A aeronave em que eles estavam decolou na tarde desta sexta-feira (30) do Aeroporto Campo de Marte e caiu em seguida em uma casa na Rua Antonio Nascimento Moura.

Seis pessoas que passavam pela rua ficaram feridas. Cinco moradores de três casas afetadas pelo acidente foram atendidos no local e não quiseram ser levados para hospitais.

O avião é um monomotor Cessna C-210, prefixo PR-JEE, sem caixa-preta e considerado um dos modelos que mais se acidentam no Brasil. Ele iria em direção a Jundiaí, no interior do estado (veja mapa ao final da reportagem). O Campo de Marte opera voos executivos e precisou ficar fechado logo após o acidente.

Casas e veículos que estavam na rua onde a aeronave caiu também foram atingidos. O fogo chegou a se alastrar pelo asfalto, após vazar combustível pela rua. (veja vídeo abaixo).

Ainda nesta sexta-feira, investigadores do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), iniciaram o processo de investigação do acidente, em busca da coleta de dados por meio da fotografia de cenas, retiradas de partes da aeronave para análise, coleta de documentos e oitiva de testemunhas. A investigação tem como objetivo evitar novos acidentes do tipo.

Fonte: G1

Comentar

Comentar