O ministro da Justiça e Polícia (Juspol), apresentou seus planos de ação em uma coletiva de imprensa quarta-feira, dia 13 de junho. 

O ministro Stuart Getrouw, colocou como prioridade principal, a busca por um atendimento policial de qualidade aos cidadãos para alcançar uma maior sensação de segurança.

Segundo o ministro da Justiça e Polícia, esse objetivo só poderá ser alcançado se houver uma boa cooperação entre o ministério, a polícia e a sociedade. O ministro disse ainda que o ministério está constantemente trabalhando para a construção de uma força policial sólida e que sua responsabilidade como ministro é executar adequadamente as tarefas atribuídas a ele em um momento difícil em que a sensação de segurança dentro da sociedade foi afetada. O ministro lembrou o período em que a KPS passou por um período turbulento a partir de meados de 2017.

“Quando eu assumi o cargo, foi necessário implementar uma série de medidas para recuperar a confiança na polícia. Uma das medidas foi trazer “novo ares” para a liderança da força, confiando a gestão da KPS aos oficiais com idéias novas e energia positiva”, salientou o ministro Stuart Getrouw, afirmando mais uma vez que mais mudanças ocorrerão a curto prazo para restaurar a sensação de segurança.

Para o próximo período da política, o foco da polícia será a redução dos assaltos á residências, o combate aos crimes violentos, o endurecimento da política anti-drogas e o violência no trânsito. Haverá também uma fiscalização mais rigorosa quanto á dirigir sob a influência do álcool e o uso de películas fora do padrão permitido pela polícia.

A polícia também prestará atenção extra ao uso das mídias sociais, ou seja, a distribuição de imagens e mensagens de filmes que muitas vezes causam agitação em nossa sociedade. “Para ser eficaz no combate ao crime e na criação de uma sociedade segura, é essencial que a polícia coopere com a população. Os cidadãos devem ter total confiança na polícia “, finalizou o ministro Stuart Getrouw.

Foto: NII

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar