Marinha do Brasil apoia Curso de Formação de Fuzileiros Navais da Marinha do Suriname

Marinha do Brasil apoia Curso de Formação de Fuzileiros Navais da Marinha do Suriname

O jornal LPM NEWS recebeu na manhã desta quarta-feira, 17 de maio, as informações sobre a importante contribuição da Marinha do Brasil na formação do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Suriname.

O Curso de Formação tem encerramento previsto para o dia 09 de junho e está sendo ministrado na Base Naval Hfd. Kwartier Boxel, localizada na cidade de Paramaribo, capital do Suriname.

Por meio de um informativo enviado pelo Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil e do Grupo de Apoio Técnico de Fuzileiros Navais do Suriname representado pelo Capitão de Fragata (FN) Cláudio Zupo Valente, temos a satisfação de divulgar mais esta importante parceria entre as forças armadas do Brasil e do Suriname.

De acordo com o Capitão de Fragata (Fuzileiro Naval) Zupo Valente, Chefe do GAT-FN, o objetivo do apoio prestado pela MB à Marinha do Suriname é estreitar os laços de amizade e cooperação com os países do entorno estratégico do Brasil, além de incrementar a segurança nacional do Suriname e da América do Sul. A Marinha do Brasil (MB) está prestando apoio na formação do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Suriname, por meio da realização do primeiro Curso de Formação de Fuzileiros Navais, que teve início em 14 de fevereiro. Por meio de um Grupo de Apoio Técnico de Fuzileiros Navais (GAT-FN), composto por um Capitão de Fragata, um Capitão-Tenente, dois Suboficiais e três Sargentos, a MB é responsável pela condução de uma turma de 32 alunos, sendo um Segundo-Tenente, três Sargentos, um Cabo e 27 Soldados. Fazem parte da grade curricular do curso, aulas de Instrução Básica de Combate, Fundamentos de Operações Anfíbias e Armamento e Tiro, além de Treinamento Físico Militar e Ordem Unida.

Dentre a vasta gama de atividades passíveis de serem realizadas pelos Fuzileiros Navais do Suriname, destacam-se as patrulhas navais e fluviais, combate a crimes ambientais, garimpo ilegal, tráfico de drogas, defesa de porto e Operações de Garantia da Lei e da Ordem no Suriname.

“Apesar de estar enfrentando sérias dificuldades financeiras, a Marinha do Suriname, está demostrando um grande empenho para ter uma tropa profissional, de elite e com reconhecimento internacional”, avaliou o Comandante Zupo Valente.

O jornal LPM NEWS estará acompanhando as demais atividades relacionadas ao trabalho de cooperação desenvolvido pela Marinha do Brasil no Suriname para manter a comunidade brasileira informada sobre o aprofundamento da relação de amizade e cooperação entre os dois países vizinhos.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar