Mãe exige que sogra fumante tome banho antes de tocar em seu bebê

Mãe exige que sogra fumante tome banho antes de tocar em seu bebê

Mulher tomou a atitude para evitar que seu filho ficasse exposto aos resíduos tóxicos do cigarro

Em depoimento ao site Slate, uma mãe contou que decidiu proibir a sogra de tocar em seu bebê, exceto se ela tomar banho e trocar de roupas antes. A escolha foi feita a partir do momento que a mulher conscientizou-se dos perigos do “fumo de terceira mão”.

O “fumo de terceira mão” acontece quando entramos em contato com superfícies que contenham os elementos tóxicos do cigarro, como roupas, móveis e paredes.

“Estou grávida do meu primeiro filho. Meu sogros obviamente vão querer conviver com ele assim que nascer. O problema é que minha sogra fuma demais. Eu não me preocupo com o fato dela fumar na frente do bebê, pois sei que ela jamais faria isso. Mas depois de saber sobre o ‘fumo de terceira mão’, confesso que fiquei bastante preocupada”, disse a mãe em seu relato.

Segundo a mãe, o intuito não é constranger ou magoar a sogra. A restrição apenas foi feita porque a parente fuma demais, e isso poderá expor o bebê a diversos riscos de saúde. “Como podemos fazer para que ela ainda se sinta bem-vinda, mas saiba desta limitação?”, indaga.

Os perigos do fumo de terceira mão

Segundo a clínica Mayo, uma organização sem fins lucrativos da área de serviços médicos, as substâncias tóxicas do cigarro permanecem nas roupas após o fumo. Por isso, ao entrarmos em contato com as vestimentas de um fumante, absorvemos alguns componentes prejudiciais a saúde.

Os mais afetados por isso são bebês e crianças. De acordo com a ONG, o fumo de terceira mão provoca asma, infecções no ouvido, baixa imunidade e pneumonia nos pequenos.

Fonte Minha Vida

Comentar

Comentar