Justiça do Suriname condena a 20 anos homem que matou a namorada e enterrou corpo no quintal

Justiça do Suriname condena a 20 anos homem que matou a namorada e enterrou corpo no quintal

A sentença foi dada pelo Ministério Público nesta sexta-feira, 4 de agosto.

O tribunal considerou homicídio comprovado e condenou o homem de acordo com as exigências do Ministério Público (OM)

De acordo com os autos, o condenado depois de assassinar a namorada Naomie Dhanradj (32), em 22 de abril do ano passado, enterrou o corpo da vítima no quintal de sua casa. O juiz disse que o crime foi cometido com requintes de crueldade e chocou a sociedade sendo agravado pelo fato do sentenciado tentar ocultar o cadáver de sua namorada. “O homem não teve nenhum respeito por sua namorada ao deixar o corpo durante toda a noite escondido debaixo de uma placa de zinco e depois colocou o corpo da vítima dentro de uma fossa de um banheiro abandonado nos fundos da sua casa”, disse o juiz que determinou a condenação.

O relatório da polícia aponta que a namorada era vítima de contantes abusos e ameaças por parte do acusado e que a namorada já havia feito várias denúncias na polícia contra ele. O relatório da autópsia revelou que a mulher antes de morrer, foi estrangulada e teve laringe quebrada pelo assassino.

A polícia recebeu uma informação anonima de que um homem havia enterrado o cadáver de uma mulher no quintal de sua casa e ao chegar na residência encontrou o acusado alcoolizado. O homem tentou negar os fatos, mas os policiais ao fazerem uma varredura na casa e no quintal encontraram evidências de que um crime havia sido cometido no local. No veículo do assassino, a polícia encontrou uma garrafa de pesticida e uma seringa e também haviam vestígios de sangue encontrados na casa.

Ao tentar explicar à polícia o que tinha acontecido, o acusado acabou confessando onde havia escondido o corpo da namorada. A polícia credita que algum vizinho ouviu os gritos da mulher e resolveu chamar os policiais.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar