José Paulo Ribeiro: “Política e Cidadania”

José Paulo Ribeiro: “Política e Cidadania”

O jornal LPM NEWS traz no dia 2 de setembro, a publicação assinada pelo Sr. José Paulo Ribeiro. 

José Paulo Ribeiro, ou simplesmente “Zé Paulo”, como é conhecido entre os membros da comunidade brasileira no Suriname, é garimpeiro, pastor, Conselheiro Representante de Brasileiros no Exterior – CRBE, e, no CBRE é Coordenador da Mesa 7 – Política e Cidadania, para biênio 2018-2020.

No início deste mês onde vamos comemorar mais um ano de Independência do Brasil, o colunista José Paulo Ribeiro retorna escrevendo sobre Política e Cidadania. “Antes de qualquer coisa, é preciso entender claramente o que é política e o que é cidadania”, escreveu o representante dos brasileiros no exterior.

Segundo São Tomás de Aquino, “política é a arte de governar os homens e administrar as coisas, visando o bem comum de acordo com as normas da reta razão”. Sendo assim, a política é essencial para que haja um entendimento coletivo. Política é uma forma de organização social e de fixação de regras destinadas a todos, independentemente de status, cargo, formação ou origem — o que promove, também, respeito aos direitos dos outros.

O que é Cidadania? O dicionário define cidadania como “qualidade ou condição de cidadão; condição de pessoa, que como membro de um Estado, se acha no gozo de direitos que lhe permitem participar da vida política”. Resumindo, cidadania é o exercício pleno dos diretos que uma pessoa tem. Com isso, pode-se afirmar que Política e Cidadania estão diretamente ligadas, tão conectadas que, ao buscarmos a origem dessas palavras, encontramos que política vem do vocábulo grego “polis” (cidade) e cidadania do vocábulo latino “civitatem” (civilidade). Isso explica porque não podemos separar os dois. Um é de extrema importância para o outro e caminham lado a lado. “Como é que a política pode ajudar a cidadania?”, argumenta o colunista.

No Brasil, a forma de governo é a Democracia Representativa. Isso significa que o povo elege seus governantes através do voto naquele candidato que representa seus valores, ideais, vontades e quereres. Entretanto, há uma falha nessa representatividade, pois é impossível que ela aconteça de forma plena: “sempre vai existir um distanciamento entre o político e o eleitor”. Por isso, é possível observar na história do Brasil — e da humanidade — diversas manifestações de insatisfações do povo para com seus representantes. Por isso é importante que o povo fiscalize o que os seus representantes (políticos) estão fazendo para garantir que seus direitos de cidadãos sejam respeitados.

As publicações do Sr. José Paulo Ribeiro serão compartilhadas aqui no jornal LPM NEWS em três publicações a partir do inicio do mês de setembro e na próxima publicação estará sendo abordado o tema: A IMPORTÂNCIA DA POLÍTICA PARA A CIDADANIA.

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar