iOS 12 vai compartilhar localização do usuário em ligações para 911

iOS 12 vai compartilhar localização do usuário em ligações para 911

Novo recurso da Apple para o iPhone quer diminuir o tempo de resposta nas chamadas de emergência nos EUA ao fornecer informações mais rápidas e precisas.

A Apple fez um grande barulho sobre as suas iniciativas contra vício em smartphones ao revelar o iOS 12 durante a WWDC 2018, no início de junho, mas há um recurso que a empresa não discutiu que pode trazer benefícios ainda maiores para a vida das pessoas.

Em um comunicado divulgado nesta semana, a empresa de Cupertino explicou como os iPhones rodando o iOS 12 poderão compartilhar os dados de localização de forma automática e segura com os primeiros atendentes quando um usuário ligar para o 911 nos EUA. A Apple diz que isso vai ajudar a diminuir o tempo de resposta para emergências ao fornecer informações mais rápidas e precisas.

Segundo o texto da companhia, cerca de 80% das chamadas para o 911 são feitas a partir de telefones celulares, o que não chega a ser uma surpresa. O que pode surpreender algumas pessoas é o fato de que ainda é difícil apontar a localização de alguém que liga para o 911 pelo celular para os atendentes de emergência. Os dados de GPS e de torres celulares não são tão precisos assim, para começo de conversa, e todos os tipos de coisas, incluindo desde barreiras físicas até condições do clima podem atrapalhar ainda mais esse processo.

A Comissão Federal de Comércio dos EUA, a FCC, está exigindo que as operadoras possam localizar os autores das chamadas para um raio de 50 metros em pelo menos 80% do tempo, mas essas regras só passarão a valer em 2021.

O novo recurso da Apple sai na frente ao garantir que a maioria das ligações feitas por iPhones entregarão informações rápidas e precisas de localização sem sacrificar a privacidade dos usuários. A funcionalidade faz parte de uma iniciativa contínua que a Apple lançou originalmente em 2015 com o seu sistema HELO (Hybridized Emergency Location). Esse serviço consegue triangular a localização de uma pessoa ligando para o 911 usando torres celulares e sensores do próprio aparelho, como GPS e pontos de acesso Wi-Fi.

No iOS 12, a Apple vai usar a rede do protocolo Rapid SOS para “entregar os dados de localização de emergência dos usuários iOS ao integrar com os softwares existentes de muitos centros de 911, que dependem de protocolos padrão da indústria”, afirmou a empresa.

Em seu comunicado, a Apple também destaca que os dados compartilhados com o HELO e o RapidSOS não ficarão disponíveis para ninguém além do operador de emergência do 911 durante uma ligação.

Esse novo sistema do iOS 12 é limitado às ligações para o 911 nos EUA. Ainda não está claro se a Apple vai implementar um sistema parecido para chamadas de emergência em outros países.

Fonte: G1

Comentar

Comentar