Surinameses que desejam fazer um tour através de um agente de viagens ou operador turístico na Guiana Francesa, não precisam pagar pelo visto de turista.

A boa notícia foi dada pelo embaixador da Guiana Francesa, Antoine Joly, no último sábado, 5 de agosto.

Antoine Joly confirmou que os turistas surinameses não precisam pagar a taxa de € 60,00 cobradas pelo visto de entrada no país vizinho. “Eu fui autorizado a tomar a decisão de dar o visto de turista livre”, disse o embaixador que quer promover com esta iniciativa o turismo na Guiana Francesa.

De acordo com o embaixador Joly, anualmente cerca de 40.000 pessoas da Guiana Francesa visitam o Suriname com um visto de negócios ou com um cartão de turista que custa € 30. Por outro lado, a Embaixada da Guiana Francesa no Suriname concede cerca de 4.000 vistos para turistas surinameses que visitam o país vizinho. O embaixador gostaria de ver mais turistas surinameses visitando o departamento ultramarino francês durante as férias escolares do mês de agosto.

O embaixador francês também salientou que nem todos na Guiana Francesa estão de acordo com sua proposta. Alguns franceses temem que a iniciativa leve a um grande afluxo de imigrantes que entrem no país com um visto de turista e depois permaneçam como ilegais.

“Eu tenho uma boa notícia, o visto de turista será emitido gratuitamente” anunciou o diplomata no último sábado. A boa notícia foi recebida com aplausos calorosos e após seu discurso, as pessoas correram para saber mais detalhes. Para se qualificar para o visto gratuitamente, o requerente deve provar as razões turísticas.

Bron: Starnieuws

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar