Geraldo Alckmin vota em escola da Zona Sul de São Paulo

Geraldo Alckmin vota em escola da Zona Sul de São Paulo

Ele estava acompanhado da mulher, Lu Alckmin, do candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria, e da candidata do partido ao Senado, Mara Gabrilli.

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, votou na manhã deste domingo (7) em uma escola de São Paulo.

Ele cumprimentou os mesários da seção eleitoral e posou para fotos. Alckmin estava acompanhado de seu colega de partido e candidato a governador pelo estado de São Paulo, João Doria.

Também estavam com a Alckmin a mulher, Lu Alckmin; os candidatos do PSDB ao Senado, Mara Gabrilli e Ricardo Tripoli; e o prefeito da cidade, Bruno Covas.

Em quarto lugar nas pesquisas eleitorais do Ibope e Datafolha divulgadas no sábado (6), Alckmin afirmou estar confiante que chegará ao segundo turno.

“[A expectativa] é muito boa. Vamos aguardar. Eleição é em dois turnos. Nós estávamos embolados no terceiro lugar. Vamos aguardar agora o resultado”, afirmou aos jornalistas.

Questionado se o resultado deste domingo seria seu pior desempenho nas eleições, Alckmin disse que o momento não é para análise política.

“Este momento não é de análise política. É momento de aguardar o resultado das urnas. Quem fala é o povo. Ele é quem decide os destinos da nação. Eleição é em dois turnos. Estamos acompanhando para chegar no segundo turno”, disse.

Alckmin não quis comentar a declaração de João Doria. O candidato ao governo do estado afirmou que faria um “voto solidário” à candidatura de Alckmin. Ele também não falou sobre quem apoiaria no segundo turno caso fique fora da disputa.

O candidato também destacou a importância da democracia no país e disse que tem fé no Brasil.

“Hoje é um grande dia, o dia maior da democracia. Não há poder legítimo que não seja através da liberdade e da democracia (…) Reafirmar aqui nossa fé no Brasil, esse país maravilhoso. Esperança que o país reencontre seu grande destino e confiança nas urnas “, disse.

Após votar, o candidato seguiu para casa, na capital paulista, onde aguardará o resultado.

Fonte: G1

Comentar

Comentar