Duas mulheres foram presas com maconha, no Aeroporto Internacional do Suriname

Duas mulheres foram presas com maconha, no Aeroporto Internacional do Suriname

Segundo a polícia, após a prisão das duas nigerianas, dois guianeses também foram presos por envolvimento no tráfico internacional de drogas.  

As informações foram divulgadas pelo Departamento de Relações Públicas da KPS no sábado, 9 de junho.

As duas mulheres nigerianas foram detidas no Aeroporto Internacional Johan Adolf Pengel, de onde pretendiam sair do país com mais de 38 quilos de “Yami” (maconha sintética) que foram encontrados nas malas de viagem e confiscados.

De acordo com investigações preliminares, as duas mulheres foram trazidas para o aeroporto por dois guianeses, mas quando os dois homens perceberam que as mulheres foram abordadas pela equipe de combate ao tráfico internacional de drogas, fugiram deixando as duas mulheres para trás. Os dois homens que estavam sendo monitorados pelas câmeras de vigilância do aeroporto foram presos posteriormente na estrada em direção á região central de Paramaribo e entregues á Brigada Anti-Narcóticos.

A investigação levou os policiais à casa de um dos guianeses, onde estavam oito malas grandes com cerca de 400 quilos de Yami. Na casa também foi apreendida uma certa quantidade de cocaína líquida.

Os quatro estrangeiros estão sob custódia da polícia aguardando a conclusão das investigações.

Foto: KPS

Deixe seu comentário abaixo.

Comentar

Comentar