‘Doutora Enfermeira’ é presa no Rio; ex-paciente está com infecção nas nádegas

‘Doutora Enfermeira’ é presa no Rio; ex-paciente está com infecção nas nádegas

Uma ex-paciente da auxiliar de enfermagem Fernanda Silva de Almeida, de 39 anos, a Doutora Enfermeira, presa em flagrante nesta quarta-feira 1 acusada de exercício ilegal da medicina, enfrenta há mais de um mês uma forte infecção nas nádegas devido a aplicação de metacril. As informações são do Jornal Extra.

Segundo o jornal, a dona de casa de 40 anos conheceu Fernanda por meio de uma amiga e em setembro do ano passado foi pela primeira vez à clínica clandestina, que funcionava no segundo andar do Espaço Brilho de Mulher, em Vila Iracema, em Nova Iguaçu. A vítima diz que resolveu denunciar a Doutora Enfermeira depois que viu os casos envolvendo o médico Denis Furtado, o Doutor Bumbum.

Alguns meses depois da aplicação, a dona de casa passou a sentir muitas dores nas nádegas e, depois de ir a um médico, ele acabou percebendo que a inflamação estava diretamente ligada ao procedimento.

A Doutora Enfermeira foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na sede da Delegacia do Consumidor (Decon). No momento em que os policiais chegaram ao salão, Fernanda não estava. Mas uma equipe conseguiu localizar o endereço dela e a levaram para a Decon. Na delegacia, os investigadores descobriram que ela já tinha cinco anotações criminais. A primeira, em 2014, ela foi autuada no crime contra a ordem tributária por portar produtos fora da validade. Em 2016, ela respondeu pelo crime de injuria. E no ano passado, Fernanda foi autuada por exercício ilegal da medicina, ameaça e mais uma vez por portar produtor fora da validade.

Segundo a delegada titular da Decon, Daniela Terra, Fernanda possui faculdade de enfermagem, mas que não tem registro no Conselho de Enfermagem (Coren-RJ).

No salão dela foram encontrados 425 caixas de PMMA 30% (Metacril), 25 frascos de silicone industrial, diversos medicamentos vencidos além de um equipamento lipoaspirador e materiais cirúrgicos desviados do hospital municipal Pedro II.

Fonte: R7

Comentar

Comentar